A estrada que mata!

30 Nov 2016
voltar atrás

Basta de mortes na Estrada Nacional 3. Por isso um grupo de cidadãos junta-se e apela à sua solidariedade.
“Há anos que a Administração Central, quer através do Governo quer dos seus organismos, nomeadamente o Instituto das Estradas de Portugal, vem assumindo o compromisso de intervir na Estrada Nacional 3, no troço entre em Azambuja e o nó de entroncamento na A1, no Carregado.
Ao longo deste troço de estrada instalou-se uma das maiores plataformas logísticas na área do abastecimento. Tornou-se numa das estradas de maior movimento e sinistralidade no País. Entre 2000 e 2015, verificaram-se, só na área do Município de Azambuja, 457 acidentes de que resultaram 30 mortos, 67 feridos graves e 533 feridos ligeiros. Tudo isto sem qualquer intervenção por parte da Administração Central. É tempo de agirmos.
pode assinar a petição AQUI
A petição

Imprimir artigo | E-mail

Link para esta publicação:



Voltar ao topo