Simplex+2017 quer facilitar reconhecimento de habilitações estrangeiras

5 Jul 2017
voltar atrás

5 julho 2017

Programa Simplex +

Programa Simplex +


A simplificação administrativa da administração pública vai permitir aos professores ter menos trabalho burocrático, informação relativa aos alunos centralizada numa plataforma informática e facilitar equivalências a habilitações estrangeiras, de acordo com as medidas hoje apresentadas. “Desmaterializar totalmente os processos de atribuição de equivalências a habilitações obtidas no estrangeiro e de equiparação de habilitações do sistema educativo português” é um objetivo que o Governo quer implementar até ao final de 2018, e que consta do programa Simplex+2017. Esta medida vai implicar, segundo a informação disponível no portal do Programa Simplex+, “um processo de equivalências automático” e a criação de um sistema de aprovação “para os casos em que não exista ‘standard’ definido”. O Governo quer ainda desburocratizar o trabalho dos professores, permitindo que estes centrem o seu trabalho no sucesso escolar dos alunos, segundo o previsto nesta medida que deve estar implementada nas escolas até ao terceiro trimestre de 2018.
O Simplex+2017 prevê ainda a “generalização progressiva” já a partir do deste mês, e com conclusão prevista para o primeiro trimestre de 2019, do projeto-piloto Escola 360º, uma plataforma digital do Ministério da Educação que agrega informação administrativa sobre os alunos, acompanhando o percurso desde o pré-escolar até à saída do ensino secundário, e que está disponível para consulta, mediante registo prévio, por professores, encarregados de educação, administrativos e direções escolares.
TH 2017

Imprimir artigo | E-mail

Link para esta publicação:



Voltar ao topo